Documentário da ONU sobre a Baía de Guanabara

Documentário Baía Urbana será lançado mundialmente em evento paralelo à primeira Conferência da ONU sobre os Oceanos. Imagem: Centro RIO+

Documentário da ONU sobre a Baía de Guanabara será lançado mundialmente em junho, em Nova Iorque

O documentário Baía Urbana, do biólogo e cineasta brasileiro Ricardo Gomes, será lançado globalmente em 7 de junho, em Nova Iorque, durante a primeira Conferência da ONU sobre os Oceanos. Produção é fruto de uma parceria entre o diretor e o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+). Organismo das Nações Unidas anunciou nesta semana (30) as datas e locais das primeiras exibições do filme fora do Brasil. Eventos são abertos ao público.

O documentário Baía Urbana, do biólogo e cineasta brasileiro Ricardo Gomes, será lançado globalmente em 7 de junho, em Nova Iorque, durante a primeira Conferência da ONU sobre os Oceanos. Produção é fruto de uma parceria entre o diretor e o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+). Organismo das Nações Unidas anunciou nesta semana (30) as datas e locais das primeiras exibições do filme fora do Brasil. Eventos são abertos ao público.

Na obra, Gomes examina a vida marinha existente na icônica Baía de Guanabara, a mesma que recebeu fortes críticas da mídia internacional durante os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Apesar da crença popular de que a baía é inóspita, o cineasta mostra que suas águas ainda são o lar de uma rica biodiversidade, embora não se saiba por quanto tempo a resiliência dos seres vivos aguentará.

O documentário terá um pré-lançamento no Festival de Cinema sobre Direitos Humanos, no dia 2 de Junho, em Buenos Aires. O objetivo do “Festival Internacional de Cine de Derechos Humanos” na Argentina é apresentar os melhores filmes relacionados a problemas sociais, defesa dos direitos humanos e do meio ambiente. A produção será exibida às 20h30 (horário local) de sexta-feira (2), no Centro Cultural de La Memoria Haroldo Conti.

O lançamento mundial do documentário acontecerá em Nova Iorque na primeira semana de junho (7), em evento paralelo à Conferência da ONU sobre os Oceanos. Sessão acontece na Japan Society e será promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), agência à qual o Centro RIO+ é vinculado. Após a exibição, Gomes participará de um breve debate com representantes do PNUD sobre a importância dos mares e da vida marinha para o desenvolvimento sustentável. Para participar, inscreva-se clicando aqui.

O Centro RIO+, em parceria com a Universidade de Columbia, realizará também uma exibição pública do documentário na sexta-feira, dia 9 de junho, das 13h30 às 16h45 (horário local), no Auditório Davis da instituição de ensino. Depois da sessão, haverá mais uma conversa com o cineasta e também com o professor de cidades costeiras e ecossistemas marinhos da Columbia, Kartik Chandran. Para participar desse evento, inscreva-se clicando aqui.

Fonte: nacoesunidas.org/    em 31/05/2017

maio 31, 2017

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *